Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog_Real - O Blog das Monarquias

Siga as actividades da realeza e fique a conhecer melhor as monarquias da Europa e do Mundo.

Blog_Real - O Blog das Monarquias

Siga as actividades da realeza e fique a conhecer melhor as monarquias da Europa e do Mundo.

Entrevista da Princesa Mary à revista "The Australian Women's Weekly"

29.12.17, Blog Real

A Princesa Mary da Dinamarca deu uma entrevista à revista "The Australian Women's Weekly" onde falou sobre vários temas.

"Os últimos 10 anos foram uma jornada desafiadora", diz a Princesa Mary ao The Weekly .

"Trabalhamos duro e, em colaboração com especialistas e parceiros, estabelecemos a Fundação Mary. Os nossos esforços podem ajudar a melhorar a vida das pessoas e a dar-lhes uma sensação de esperança para o futuro, e isso dá a todos nós da Fundação Mary um senso de satisfação e orgulho."

"No entanto, hoje estou mais convencida do que nunca de que o nosso trabalho apenas ainda agora começou. Ao trabalhar com questões sociais, você rapidamente e uanto mais você aprende, mais complexo se torna - e quanto mais humilde você o obtém quando se trata de criar mudanças duradouras e garantindo impacto a longo prazo ".

Sobre a importância da aceitação

"Eu acredito que todos nós temos uma necessidade fundamental de ser um membro aceite e valioso de um grupo, que somos uma parte importante de algo maior do que nós mesmos. Sozinhos, nos sentimos vulneráveis. Esta é a ideia básica por trás da filosofia subjacente da Fundação Mary que todos têm o direito de pertencer. Todos os nossos esforços visam combater o isolamento social, quer ele tenha resultado por causa do bullying, violência doméstica ou solidão. Hoje, sabemos que o sentimento de felicidade e a qualidade da nossa saúde está intimamente ligada a nós, se sentimos que temos boas e estreitas relações ".

O seu trabalho para combater o bullying

O programa "Livre de Intimidação", iniciado pela Fundação Mary, foi introduzido nos jardins de infância dinamarqueses e num terço das escolas. Então, quando o filho mais novo da Princesa Mary chegou a casa falando sobre o seu trabalho, foi um momento maravilhoso para ela, como mãe. "Vincent chegou a casa depois da escola e disse-me que eles estavam aprendendo sobre o "projeto de mãe", diz orgulhosamente a Princesa Mary.

"Na Dinamarca, a forma como vemos o bullying está mudando", acrescenta.

"Hoje, o foco é cada vez mais sobre o grupo e cada criança dentro do grupo, não mais apenas as crianças que intimidam e as crianças que estão sendo intimidadas. Consideramos o bullying como não sendo sobre crianças vulneráveis ​​ou crianças significativas, mas sim sobre a dinâmica dentro de um grupo. Portanto, se quisermos efetivamente combater o bullying, temos que envolver todos dentro do grupo. É sobre o grupo, com orientação e apoio de professores e pais, criando um conjunto comum de valores e uma compreensão comum de o que significa ser um bom amigo. Criando uma cultura onde o bullying dentro do grupo é considerado inaceitável ".

Sobre a violência contra as mulheres

A terceira área de foco da Fundação Mary aborda a questão da violência doméstica, agora em níveis epidémicos a nível mundial.

"A violência contra as mulheres é uma das violações humanas mais prevalentes do mundo", explica a Princesa Mary.

"Não conhece fronteiras sociais, económicas ou nacionais. Globalmente, estima-se que uma em cada três mulheres será vítima de violência sexual ou física na sua vida, e a violência baseada no género mina a saúde, a dignidade, a segurança e a independência das suas vítimas, mas continua envolta numa cultura de silêncio."

"Na Fundação Mary, nos esforçamos para capacitar a mulher individual e apoiá-la no início de uma nova vida, livre de violência".